Pessoal

Clica aí!

Se tem uma coisa que eu adoro, são aqueles posts estilo “link party” que o pessoal faz, porque aí eu acabo lendo um montão de coisa legal. Sendo assim, decidi fazer por aqui também!

Como eu não quero definir um dia certo na semana pra fazer esse tipo de post (vai que eu não acho nada legal?!), vou começar hoje mas não sei quando será o próximo. Espero que seja logo!

Primeiro tem esse aqui do The Week, mostrando porque você deve se preocupar com a pergunta que Frank Bruni fez a Jennifer Anniston sobre Brangelina, mesmo anos depois da separação do Brad e da Jen.

Também tem esse maravilhoso da Ana Rodarte no Fashiombudz, mostrando como Frozen transformou o design de figurino na animação.

A Bruna Tavares, do Pausa Para Feminices, mostrou como seriam os cabelos das princesas se fossem mais reais, e eu amei!

Nos vídeos a gente tem o trailer maravilhoso de Morte Súbita (The Casual Vacancy), a minissérie baseada no livro de mesmo nome da J.K. Rowling. E é claro que eu estou super ansiosa!

E é claro, o comercial maravilhoso da Budweiser no SuperBowl.

Cês já tinham visto? Gostam desse tipo de post? Falaê!

Jimmy Fallon

Eu gosto muito de talk shows, tipo, muito mesmo. Os brasileiros que passam na TV aberta, eu assisto sempre que dá, mas como sou muito fã e séries, acabo acompanhando alguns americanos na internet mesmo pra assistir entrevistas com meus atores preferidos. E foi numa dessas que descobri o Jimmy Fallon.

Não vim aqui pra falar sobre a vida do cara, já que pra isso eu ia ter que procurar na wikipedia. Vim falar das coisas maravilhosas e incríveis que acontecem no seu programa. hahaha Sério, gente! Sabe quando você vê um vídeo e quer compartilhar com todo mundo? Foi mais ou menos o que aconteceu quando eu vi esse vídeo aqui semana passada.

Fala se não ficou demais?! Claro que os caras do The Roots mandam muito, mas a união de tudo ficou perfeito. E ontem eu me acabei de rir com esse vídeo aqui.

Lip Sync Battle é tipo um concurso de dublagem, que acontece no programa. Esse teve a participação do Will Ferrell, Kevin Hart e até da Drew Barrymore. Sério, vaidizê que você não queria ir até lá e apresentar as performances que faz no quarto?

É claro que não poderia faltar essa performance maravilhosíssima de breakdance que ele fez com o Brad Pitt.

Ou a nova voz do Morgan Freeman.

Tá bom, parei com os vídeos! Mas fala sério, ele não é demais? Atualmente ele apresenta o programa The Tonight Show, onde aconteceu a reveladora entrevista com a Nicole Kidman, e também serve de palco pra todas essas coisas maravilhosas.

Eu sei que esse não foi um post tão relevante assim, mas as vezes eu só quero usar esse cantinho pra compartilhar coisas que eu acho legais e essa é uma delas. Espero que cês gostem!

17/1001

Tô com uma mistura de tpm+saudade+medo+um monte de coisa e por isso sumi daqui por um tempinho. As vezes fico super animada com o blog, as vezes nem tenho vontade de voltar.

Na falta de criatividade sobre o que postar, decidi dar um update no meu 101 coisas em 1001 dias, porque sim, queridos amigos, já risquei alguns itens da lista. Eu pensei em fazer um post pra cada item que fosse riscando, mas tem umas coisas que não são relevantes a ponto de virar post. Daí pensei em fazer um a cada mês, porém eu comecei no dia 13 e provavelmente ia esquecer de postar, então decidi que vou fazer um post no final de cada mês contando as coisas o que concluí (ou não) porque assim fica fácil, extremamente fácil (pra você e eu e todo mundo cantar junto). O 17 ali em cima é porque se passaram 17 dias dos 1001.

3. Cortar o cabelo
4. Pintar o cabelo

essa awq

Assim, MAIS OU MENOS NÉ. Cortei aqui em casa e pintei (pintaaar, pintaaar não, mas dei uma clareada) com aquele troço de californianas da Loreal. Deu uma diferença boa, pelo menos pra mim, mas a vontade de cortar um pouco mais e de platinar ainda tá aqui no coração.

9. Ir em pelo menos um show

2015-01-30 16.55-horz

Sápassado (sábado passado, pra quem não é de MG), fui num showzaço do CPM 22. Peguei setlist, tirei foto com os caras, cantei muito e até ganhei uma cerveja, o que acabou contando pro próximo item.

20. Experimentar pelo menos mais 15 cervejas (4/15)

essa
No outro sábado (antes de sápassado), saí com mozão e mais um casal e fomos num bar aqui (que por acaso tivemos que vender os rins pra pagar a conta e não vamos mais voltar) e eu acabei experimentando mais duas cervejas, a x e a x. Já no dia do show do CPM experimentei a Pilsen, da Backer e a Heineken que ganhei do Badauí. Não, nunca tinha bebido Heineken e nem gostei, continuo preferindo a Backer Pale Ale. (A fotinho da Backer é da internê porque eu não trouxe a garrafinha pra minha coleção. #xatiada)

ENTÃO, foi só isso por enquanto. Mas depois tem mais.

Ou pelo menos assim eu espero.

gif aleatório para descontrair, ou pra dar medo mesmo

Se eu fosse uma celebridade, eu seria a Ellen Pompeo

Quando criança eu queria muito ser médica. Mas eu também queria muito ser famosa. Eu queria ser dançarina, cantora atriz. Mas eu também queria poder fazer algo pelo mundo. Depois de um tempo, percebi que o que eu queria mesmo, não era ser famosa, mas sim ser reconhecida pelo que eu fizesse. Se fosse médica? Seria a melhor médica. Atriz? A melhor atriz. Acabou que não virei médica. Nem atriz. Tô indo ser fotógrafa e publicitária, e espero ser muito boa nisso. Mas vamos ao assunto principal. Ellen Kathleen Pompeo, 45 anos, essa moça bonita aí do gif. E por que eu seria a Ellen? Bem, vamos lá. Se você aí já quis ser famoso, com certeza sonhou que um dia você estaria fazendo nada em algum lugar, daí alguém ia te abordar e te chamar pra ser modelo/atriz/cantora/jogador de futebol né? Mas você sabe bem no fundo que isso não acontece. Só que com a Ellen aconteceu. Ela era garçonete em Miami quando conheceu um fotógrafo que eventualmente se tornou seu namorado. Eles se mudaram pra NY e ela foi ser bartender num bar famoso. Daí pronto, um agente chegou lá, gostou da aparência da moça e a chamou pra ser modelo/atriz em comerciais de TV!!! O namorado fotógrafo a apoiou em todos os passos e disse que acreditava muito na capacidade dela como atriz. E ele estava certo, já que ela está no ar como Meredith Grey tem mais de 10 anos. E por que eu seria ela? Por que isso também vai acontecer comigo, é óbvio! A verdade é que eu admiro muito a moça. Ela pode ter tido sorte, mas com certeza se não fosse por muito trabalho, não estaria hoje em dia onde está, liderando uma série de sucesso e ainda ganhando prêmios. (Ela ganhou como melhor atriz de drama no último PCA). Além de ser linda e talentosa, quem acompanha nas redes sociais sabe que ela é muito… gente como a gente! Apesar de ser milionária e muito famosa, é super simpática, luta pelas coisas que acredita, cuida da família, sai na rua sem se preocupar em estar super arrumada, compartilha a vida no instagram e deixa qualquer um com vontade de ser seu melhor amigo. Ou ter a vida dela, como no meu caso. Eu sei que o espírito da coisa era achar uma celebridade que você tivesse coisas em comum, mas eu não consegui e acabei falando apenas de quem eu gostaria de ser, quem eu admiro muito. Porque, além de ter um casamento estável e duas filhas lindas, eu também ia amar morar nessa casa. E ter esse corpo aos 45 anos.


E ter esse cabelo.

E conhecer a Sandra Oh.


E ser bem sucedida ao ponto de ajudar mães que não têm condições de cuidar bem de seus bebês. E ser de bem com a vida. E lutar por causas que eu acredito. E ter uma família linda. E contracenar com O Kevin McKidd. E participar de Friends. E ganhar o que ela ganha, diga-se de passagem. Enfim, meu post não ficou como o da maioria do pessoal que eu li, mas espero que cês entendam e gostem!

Esse post é um tema sugerido no Rotaroots. O Rotaroots tem o objetivo de resgatar a época de ouro dos blogs pessoais, incentivando a produção de conteúdo criativo e autoral, sem ser clichê e principalmente, sem regras, blogando pela diversão e pelo amor.

Tchau, 2014

Tô vendo tanta gente falando que 2014 foi ruim, que fiquei com vontade de fazer uma pequena retrospectiva aqui. Porque o meu ano não teve nada de muito legal, mas também não teve nada de tão ruim assim! Se retrospectiva tem obrigatoriamente ser em ordem cronológica, então sinto muito mas não vai rolar porque não lembro a ordem de nada, mas achei válido compartilhar umas coisas legais que aconteceram esse ano, por aqui.

1

Esse ano eu completei três anos de namoro com esse moço aí, que é muito especial pra mim. E o meu bebê fez 1 ano! (Foda-se, vai ser bebê pra sempre.) Nem sei mais quem eu sou sem esses dois na minha vida. Nós também (o cachorro não incluído, claro) começamos numa aventura de experimentar cervejas artesanais e importadas e foi com certeza uma das melhores coisas do ano.

2

Eu conheci pessoas novas, reencontrei uma amiga que não via já faz um bom tempo e passei um tempo com as meninas que estudaram comigo. Mas é incrível como conservei pouquíssimas pessoas da época da escola, e olha que acabei o ensino médio em 2013!

3

Foi o ano da selfie né, gente?! hahaha E eu me empolguei! Mas todas essas fotos em que meu cabelo estavam bonitos foram tiradas num domingo meia noite quando eu já tava indo dormir porque a Lei de Murphy reina por aqui.

4

Também foi um ano com algumas mudanças. Eu radicalizei no cabelo (mas já saiu, amém), fiz mais uma tatuagem (só uma!!!!), comecei a faculdade e li livros que nunca pensei que fosse ler. Inclusive deixei de resenhar bastante coisa por aqui e vou tentar mudar isso a partir de agora.

5

Em termos internéticos também saí lucrando. Voltei com o blog, que nos últimos dias teve uma mudança completa. Conheci as meninas super legais do 7 on 7 e tambem do Book Club. Também entrei pro Rotaroots, que é maravilhoso e me apresentou blogs lindos (tipo o da Júlia, da Patty, da Duds, da Jess e todos esses aqui). Também entrei pra equipe de legenders do Insubs e pra equipe do blog Grey’s Anatomy Brasil.

6

Em 2014 eu me dediquei muito mais na fotografia, tendo ensaios que me renderam vários elogios e me deixaram muito feliz. Também teve muita saudade de alguém que não está mais por perto e reencontro com a família, coisa que eu não fazia tem uns três anos.

Enfim, acho que 2014 foi um ano neutro. Nada de excepcional, mas nada de ruim também. Tomara que 2015 seja BEM MELHOR (eu sei que sou eu que faço meu ano, não precisa falar), mas é que a gente sempre espera que algo de diferente aconteça, né?!

IMG_6548

Desejo pra vocês um 2015 assim, bem brilhante e cheio de amor. Que os sonhos de todos se realizem, que o preconceito acabe, que a gente consiga levar a vida mais leve e que a gente não se arrependa de nada. Tchau, 2014. Chega mais, 2015.

Esse post foi uma sugestão do Rotaroots.

Wishlist para 2015

Pensei em fazer uma wishlist para o Natal, mas seria bobagem porque eu já sei o que vou ganhar, então decidi fazer essa ara 2015. Coloquei coisas básicas, coisas que quero (ou preciso) e que com certeza vou ter tudo isso até o final de 2015 (ou quase). Ficadiga pras amigas, pro namorado, pra minha mãe, pra quem mais quiser me dar presente e pra mim mesma, daqui a alguns meses quando estiver com dinheiro sobrando (HAHAHAHA como se isso acontecesse).

Wishlist
1. Quero emagrecer, cortar o cabelo e fazer mais tatuagens.
Sigo numa luta diária com meu corpo e hoje (amém!) estou conseguindo emagrecer e estou me sentindo bem melhor comigo mesma. Cabelo é uma coisa que a gente cansa né?! Fiquei mais de um ano sem cortar/pintar, daí pintei toda a parte de baixo de rosa, agora me arrependi e só quero cortar um pouquinho e talvez ficar mais loura. Tatuagem nunca é demais. 2. Bolsa nova. Raramente compro bolsas e por isso preciso urgentemente de uma nova, gostei bastante dessa de franjas da Hering mas não achei o preço muito amygo. Vou procurar no Aliexpress. 3.Instax mini. Desde que vi alguma blogueira mostrar essa câmera, me apaixonei na hora. Sempre falo que quero revelar mais fotos e acabo nunca revelando (esse ano por exemplo, não revelei nenhuma!). Então seria bem legal revelar na hora os momentos especiais. 4. Roupas novas. Quase não compro roupa, juro! Passo meses e meses sem adquirir uma peça. Agora percebi que estou realmente precisando de algumas roupinhas e principalmente que elas sejam neutras (preto/branco/cinza) porque as poucas coisas que tenho são bem coloridas. Também quero aproveitar mais o precinho legal que a gente acha nessas lojas da China, e amei esse vestido da She Inside. 5. Carteira. Ganhei minha carteira 3 anos atrás, ela veio junto com um perfume que meu namorado me deu e não me desfaço porque ela é linda e cabe tudo, mas… Tá num estado deplorável, coitada! Couro descascando, fecho emperrando… Por isso tô de olho nessa da Adidas que é bem lindinha e cabe celular+chave também. 6. Home office. Eu não tenho um lugar para trabalhar/estudar, então sempre faço as coisas da mesa da cozinha, sofá ou cama, e isso é bem chato! Esse ano quero montar um lugarzinho onde eu possa organizar as minhas coisas e não ficar com dor na coluna. Achei essa mesinha nas Lojas KD e acho que vai ser o primeiro passo pra essa mudança. 7. Celular novo.Meu celular ainda está legal, tirando a tela rachada, porém a gente sempre quer melhorar né? Por isso estou de olho em um novo e um pouco melhor. 8. Acessórios. Não tenho muita paciência com acessórios e acabo sempre perdendo, mas acho tão lindo que quero (mais uma vez) tentar usar. E ultimamente tenho achado várias coisas bem lindas que combinam comigo, como esse colar “bullet” de turmalina preta da Elephant. 9. Mais acessórios. Também tô de olho nessa pulseira Dog Lover da Zee Dog, é ou não é um amor? 10. Viajar. Esse ficou por último mas é o que mais quero. Tenho muita vontade de conhecer o mundo todo, uma vontade que me domina por completo e quero muito aproveitar esse ano cheio de feriados prolongados pra fazer algumas viagens. E também espero que nas férias de julho ou de dezembro, eu e meu namorado possamos fazer uma viagem internacional. A primeira opção é Buenos Aires.

E você, o que quer pra 2015?

Tudo novo, de novo!

Hoje quando fui tirar o layout de natal do blog (deu dó gente, não acredito que já acabou!!!), decidi fazer uma coisa que eu já planejava faz um tempo: mudar tudo.


Eu já tive vários blogs, com vários nomes diferentes, e eu pensei que Sabor Baunilha seria o último. Mas aí começou a me incomodar. O blog foi criado no dia primeiro de agosto desse ano, tá novinho ainda, então achei melhor só mudar e não começar tudo de novo.

Assim que eu criei esse blog, eu ainda não tinha muita certeza do que iria postar e demorei um bom tempo a me estabilizar por aqui e ter uma média de 5 posts por semana. E com certeza isso não seria possível sem o Rotaroots, o 7 on 7 e o Book Club.

Mas o que me incomodava é que eu achava que “Sabor Baunilha” tava passando uma imagem meio infantil. Sei lá, não tava legal. Não era bem, eu. Era fofo demais, arrumadinho demais, redondinho demais e eu sou cheia de pontas. Por isso, deu no que deu, e agora é Yes, she does.

Untitled-1

Mas de onde surgiu esse nome? De uma música da minha banda preferida, claro.

É parte da letra de Don’t let me down, dos Beatles. “Nobody ever loved me like she does. Oooh, she does, yes, she does. E eu escolhi esse trechinho, porque é disso que se trata o blog: amor, love, aimer, lieben, liefde. (Google tradutor? Magina!) Mas é realmente isso, hoje eu posso falar que só abordo aqui no blog assuntos que são realmente importantes pra mim e coisas que eu realmente amo, por isso estou mais que feliz de ter criado coragem e mudado tudo, mais uma vez.

Ainda não tá tudo pronto, tem muita coisa que quero e espero conseguir em 2015. E espero continuar vendo vocês por aqui!